quinta-feira, 8 de julho de 2010

continuo cavando buracos em mim
a ver se me acho

5 comentários:

RAQUEL CAMPOS disse...

...e ela continuava tentando se desprender se si mesma e matar,ou unificar, as varias pessoas q a habitavam.

desde o principio,seu blog continua com vida!
muito bom!!! :)

Alessandra Zelinda Bessa disse...

....nada se encontra e ficam os buracos n'alma...

Eliane F.C.Lima disse...

Leo,
Que feliz ideia a minha de resolver visitar outros blogues! Que feliz momento esse em que cheguei ao seu!
São versos, paradoxalmente, de peso e delicados. Fico por aqui.
Eliane F.C.Lima (http://literaturaemvida2.blogspot.com)

Maick Chemilla disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Netto Feel disse...

Nunca uma unica frase tão simples me agradou tanto assim, sabe?!

http://nettofeel.blogspot.com/

;)