segunda-feira, 11 de junho de 2007

De Feira de Santana a Salvador

Tive de vender livros na rodoviária. Doente de febre desde a acolhida na casa de Nuno Gonçalves, sem grana pra voltar pra casa de Márcia Belchior, em Lauro de Freitas, por um erro de cálculo, e com fome, vendi um livro por dois reais, o preço do ônibus. Espero ao menos que o senhor que o comprou leia-o.

Nenhum comentário: